Geração digital.

August 3, 2010

O lado negro da geração digital

 

 

Existem muitas preocupações e criticas que rodam esta geração por parte de toda sociedade seja profissional, pessoal ou familiar e incluo nesta categoria o volume cada vez maior de empregadores frustrados. Teorias não faltam de estudiosos, professores, entendidos, pais, psicólogos e acadêmicos entre elas vale a pena ressaltar:

 

 

 

Eles são mais burros do que nós quando tínhamos a mesma idade; Eles não sabem nada; É a geração mais burra do século e vão colocar em risco o futuro. Segundo Bauerlein, “a Geração da Internet é o retrato da ignorância vigorosa e indiscriminada.” Os aparelhos eletrônicos podem até provocar em algumas pessoas, inclusive nos integrantes ativos ou inativos da geração digital, sintomas que parecem os do distúrbio de déficit de atenção, como sugeriu o psiquiatra Edwar Hallowell. O resultado disto tudo é uma geração superficial e distraída que não consegue se concentrar em nada, leem e se comunicam muito mal e todo este tempo “investido” on line resulta em baixo desempenho educacional.

 

Esta geração vive grudada em telas, seja do PC ou do Celular ou do Ipad, Iphone, Netbook, Notebook, PalmTop, Laptop, Desktop, Video Game. São viciados em internet, estão perdendo suas habilidades sociais e não tem tempo para esportes nem para atividades saudáveis. Não ligam para seus amigos no dia do aniversário e muito menos sabem o valor de um abraço, preferem mandar um scrap ou um mms ou um sms. É uma geração estranha e cada vez mais gorda e cada vez mais no caso do vicio ele pode até ser comparável ao abuso de drogas e álcool.

 

Eles não tem vergonha. O comum hoje são adolescente com fotos provocantes aparentando uma idade muito superior a cronológica expostas na internet sem até mesmo saber como isso pode vir a assombra-los mais tarde na vida real. No auge de ser “cool” popular eles disponibilizam todo tipo de informação pessoal, seja um recrutador, um empregador, para um marqueteiro manipulador, intimidador ou até os predadores cibernéticos. Enquanto os membros da geração “analógica” ficam atônitos ao ver as demonstrações de intimidade e afeto exibidas on-line. Para estes jovens “qual é o problema?”

 

A culpa é dos pais que os mimaram, com acesso a todos este mundo tecnológico e o deixaram a deriva no mundo e agora quem vai ajudar esta geração a escolher um caminho? É por isto que voltam para casa pois não conseguem lidar com a independência, esta geração será paparicada pela vida toda desde o primeiro carro até o primeiro bem imóvel o medo é tão grande de assumir compromissos que nas próximas gerações muitos nem vão cogitar se casar. Faltam códigos de disciplina mais rígidos e não vale dizer que não intendo nada destas novas tecnologias por isto eles fazem assim, é obrigação de todos participar deste desenvolvimento afim de evitar males futuros bem maiores que os da geração analógica.

 

Esta geração digital rouba com naturalidade. Direitos autorais, músicas, propriedade intelectual, programas. Mas fazem isto trocando dados em redes p2p e sem nenhum respeitos aos criadores. Fazem os mesmos com os trabalhos escolares, com os artigos livros a naturalidade é tanta e a facilidade é tanta que eles não se preocupam com o plágio na verdade são mestres do plágio.

 

Eles ameaçam seus amigos pela internet. Quantos casos de espancamentos combinados pela internet e depois ainda expõem o vídeo no youtube, quantos e-mails eu vou te pegar, eu vou te matar, esta geração transfere a realidade virtual que é baseada em uma cultura voyeurística de violência e humilhação, tudo isto em nome da fortuna seja popular ou material. Esta geração definitivamente é mais violenta em seus atos, são muito mais explosivos, tem manifestações de ódio, racismo, sexismo e precisam participar de clãs.

 

Eles não maus funcionários, pois não possuem ética profissional, não sabem traças uma meta ficam vagando na vida profissional como se a vida fosse uma conexão tcp-ip, são preguiçosos e acreditam ter direito a tudo “sou cliente” fazem exigências irreais que começa a tecnologia sofisticada até a confrontos diretos com o modelo de gestão, eles adoram desperdiçar o tempo e por isto cada vez mais as empresas estão optando por sistemas que bloqueiem o acesso as futilidades da rede.

 

Uma geração egoísta baseada cada vez mais no EU no meu nome, eu fiz, eu faço eu participo, eu comando.Uma geração digital que deveria chamar “geração nem ai”. Não tem valores, não ligam para os outros, interesse maior em cultura popular, celebridades e no maior número possível de amigos virtuais. Não leem jornais, nem assistem aos noticiários da tevê, revistas e livros convencionais muitos nem sabem como manusear. O resultado disto tudo quando atingirem a idade adulta provavelmente será de péssimos cidadãos.

 

Agora qual é a verdade desta geração?

 

O retrato acima é bastante ou totalmente desanimador, os entendidos fonte destas observações nos levam a crer que estamos próximos de um futuro desolador.

 

Mas continuarei a relatar o porque a geração da internet chegou e positivamente o mundo vai tirar proveito disto.

 

 

 

Please reload

Featured Posts

Reunião sem Corona

March 20, 2020

1/5
Please reload

Recent Posts

April 7, 2020

March 20, 2020

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags